Feminicídio em Piripiri: Mulher é morta a facadas no centro da cidade

A empregada doméstica, Irismar Castro, foi brutalmente assassinada pelo seu ex-companheiro.

Irismar Castro, 38 anos, estava na residência, onde trabalhava, quando o lavador de carros conhecido como José Ioiô, seu ex-companheiro, foi ao local com o pretexto de deixar dinheiro para ela. Quando a mesma abriu a porta, o elemento deferiu várias facadas contra a vítima, que morreu na hora.

O crime, com requintes de crueldade, entra na lista dos inúmeros feminicídio que vêm acontecendo nos últimos anos em Piripiri.

“Zé Ioiô foi preso pela Polícia Militar, em flagrante. O mesmo encontrou uma viatura da Força Tática, no centro da cidade, e nos abordou falando que havia matado sua ex-esposa. Zé entregou a faca, ainda com sangue da vítima, e nos levou até o local do homicídio. Já acionamos a polícia civil para dar início a perícia. O local foi isolado para preservar as provas.
Irismar tinha uma medida protetiva, que, na teoria, deveria afastar o agressor do lar ou local de convivência da vítima, mas, infelizmente, tal lei é falha”, disse o coronel Erisvaldo Viana à nossa reportagem.

Irismar deixa dois filhos!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Não copie nosso conteúdo. Utilize um de nosso botões de link e ajude a divulgar o site.