Sarah Menezes conquista medalha de ouro no Campeonato Carioca de Judô

Judoca participou do seu primeiro torneio defendendo as cores do Flamengo

O primeiro dia de competições da 3ª etapa do Campeonato Carioca de Judô foi de estreia no Flamengo. A judoca Sarah Menezes vestiu pela primeira vez o kimono e conquistou a medalha de ouro vencendo as adversárias por ippon e por wazari. O torneio está sendo realizado na Arena da Juventude, em Deodoro.

Sarah mostrou o alto nível durante toda a competição e não encontrou maiores dificuldades para ficar com o ouro da categoria até 48 kg. Após as lutas, a judoca falou sobre o primeiro torneio disputado pelo clube.

“Estou muito feliz. Pela primeira vez lutei no Rio defendendo o Flamengo e esse ano tive essa conquista de vir morar aqui e lutar pelo clube. Me sinto honrada e bem recebida por todos. Feliz por defender a bandeira do Flamengo, fiz uma boa competição e também to feliz com toda a equipe.”

Antes da competição, Sarah passou nove dias no Japão, participando do treinamento de campo internacional no Instituto Kodokan, em Tóquio. O campus é considerado o berço do judô e a atleta comentou a experiência.

“Estava em treinamento com a Seleção e para mim foi de extrema importância, pois fazia muito tempo que não pegava no kimono das estrangeiras da minha categoria. Foi uma oportunidade que tive de treinar lá.”

Quem também lutou na manhã desta sábado (23) foi Daniele Karla Lima de Oliveira, que conquistou a medalha de prata na categoria até 63kg.

O Campeonato Carioca de Judô terá sequência neste domingo (24), a partir das 8h, na Arena da Juventude, em Deodoro. O Mais Querido terá mais atletas no tatame e a expectativa é de outro dia de bons resultados.

As equipes de judô do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – Estácio, AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.

Foto: Valter França / FJE-RJ/CidadeVerde

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Não copie nosso conteúdo. Utilize um de nosso botões de link e ajude a divulgar o site.